AVALIAÇÃO INFORMATIZADA PODOBAROMÉTRICA:

O EQUIPAMENTO:

Dispomos de uma plataforma de Avaliação Podobarométrica, a mais recente no mercado internacional, uma vez que possui 7890 sensores com capacidade de 80 fotogramas por segundo. A plataforma realiza estudos em estática, com o paciente em cima, dando informação ao mais ínfimo pormenor de todos os apoios e pressões a que os pés estão sujeitos, bem como fornece informação a nível da postura do paciente, dos pés, passando por todo o membro inferior, anca, coluna, à cabeça. Podemos ter uma noção muito realista da estabilometria do paciente, ou seja, das pequenas oscilações que constantemente realizámos, quer para os lados, quer para trás e para a frente, dando por isso, informações muito úteis relativamente ao equilíbrio do paciente. Outra grande mais-valia desta plataforma é o estudo em dinâmica - com o paciente a caminhar sobre a plataforma - tendo associada imagem de vídeo através de uma câmara de alta definição. Permite estudar pormenorizadamente todas as zonas percentuais da fase plantar e subdividir as fases da marcha ao milissegundo. Aliás, em qualquer dos estudos, é possível obtermos imagens a 3D.

AS FASES DO PASSO:

A marcha caracteriza-se, ao contrário da corrida, com a presença de fases de apoio duplo, fase onde os dois pés estão em contacto com o solo. Num pé analisado, observaremos uma fase de duplo apoio inicial, uma fase de mono apoio e uma fase de duplo apoio terminal. Estas fases de apoio duplo são caracterizadas por uma transferência do peso do corpo de um pé ao outro. Existem então duas fases principais na funcionalidade do pé: Uma fase de carga do corpo e uma fase de descarga.

CORRESPONDÊNCIA COM OS DADOS DA PLATAFORMA:

Na plataforma podemos analisar os tempos das fases de apoio duplo em relação aos dois picos bem distintos, mas também as fases de desaceleração e de aceleração separados pela curva que existe entre os dois picos.

DIFERENÇAS CLÍNICAS ENTRE APOIO DUPLO E CARGAS:

A análise unipodal permite analisar os movimentos das articulações do membro inferior (pé, tornozelo e joelho). A análise bipodal permite analisar os movimentos das articulações subjacentes (arcos ilíacos, sacro, coluna vertebral) e então analisar as compensações entre membro inferior direito e membro inferior esquerdo. De facto, o impulso gerado por um pé vai modificar as forças de atrito no momento de impacto do pé oposto. A reacção muscular de cada pé depende então do impulso contralateral.

PROCURA DO EQUILÍBRIO DE MARCHA:

A noção de equilíbrio é bastante diferente em estática e em dinâmica. Em estática, estas noções correspondem ao teorema de Newton: a soma das forças é igual a zero ou direito + esquerdo = 0. Em dinâmica, o equilíbrio é feito através do teorema de Lagrange-Euler: a soma das energias mecânicas é igual a zero. Por outras palavras, um pé compensa o outro, ou dir. + esq. =1.

O EQUILÍBRIO NA PLATAFORMA:

Os dados da Plataforma são bastante importantes no momento do equilíbrio. Todas as curvas podométricas são caracterizadas por dois critérios:

- o tempo,

- a quantidade.

A análise dinâmica com a plataforma é uma análise da cinética do membro inferior. Esta diferencia-se de uma análise de vídeo para uma modelização matemática da função do pé. A análise cinética com a Plataforma é baseada no estudo de variações dos vectores Força e Superfície. Podemos ilustrar esta noção comparando a análise da Plataforma a uma mola:

- no primeiro tempo a carga (Força) esmaga a mola (Superfície);

- num segundo tempo, a elasticidade da mola envia a mesma quantidade de carga.

Esta noção simplifica demais a análise da Plataforma, mas dá a noção do protocolo de estudo. Ela permite simplesmente entender que a análise da Plataforma dá uma análise precisa da cinética do paciente.

ANÁLISE POSTUROLÓGICA OU ESTABILOMÉTRICA:

A Posturologia é uma análise estática baseada nas oscilações do paciente. Do ponto de vista electrónico, é importante notar que as áreas coloridas a vermelho correspondem às zonas de saturação dos captadores. As oscilações representadas nas curvas de estabilometria correspondem ao deslocamento do centro de gravidade. É impossível determinar valores normais em Dinâmica, em Estática ou em Posturologia. O equilíbrio próprio do paciente é baseado sobre uma homogeneidade das curvas e não dos diferentes valores gravados pela Plataforma.

Algumas imagens retiradas do sistema informático:



Especialidades:

- Podologia Geral e Cirúrgica.
- Posturologia.
- Avaliação informatizada podobarométrica.
- Osteopatia.
- Psicologia Clínica e da Saúde.
- Psicologia Infantil e Juvenil.
- Terapia da fala.

Contactos:

Clínica de Tratamento do Pé
Alameda Cónego Joaquim
Fernandes, nº 192, Loja 17
4760-108 Vila Nova de Famalicão, Portugal

TEL: 252 319 273 / 916 303 990
E-mail: geral@postura.pt
Mapa detalhado

© Copyright Postura 2017. Todos os direitos reservados.